quinta-feira, 6 de setembro de 2007

contagem decrescente...

...para o Avante!

Ah pois é! Que esta bruxa maluca não passa sem esta grande festa e "não há festa como esta!" é o slogan mais bem feito da história!

Este é um fim de semana diferente. Recheado de doces como o Dom Rodrigo do Algarve e os Ovos Moles de Aveiro, o licor Carinho de Viseu e sei lá eu que mais!

Muita música, boa música (para variar), muita gente (multidões mesmo) em perfeita harmonia, verdadeira "camaradagem", se é que me entendem... nada de atropelos. E quando os há - desculpa lá camarada!- tá-se bem!...

É a excitação do programa, das EPs, eu sei lá! Da malta que vai, quando vem, onde fica, cá em casa? siga! Eu até tiro férias depois para descansar do fim de semana!

É seguir a orquestra TocáRufar pelas ruas do recinto com a máquina fotográfica em riste e garrafas de água à mão, é ir ao tasco da Tia Antónia cumprimentar e comer o belo do brigadeiro (água na boca), ver gente que não se vê há anos e que ás vezes já nem me lembro quem são. E é aquele estado latente de inebriamento comum, assumido e partilhado por milhares de pessoas, de todas - TODAS - as faixas etárias, em perfeita harmonia. Lindo!

E passear de mão dada com o meu amor, a rir e a observar, às vezes até a fotografar os pequenos, pequeninos pormenores, que fazem da Festa do Avante este acontecimento único, delicioso, hilariante e gratificante da minha existência.

foto by: Principe Encantado

2 comentários:

Ângelo R. Borges disse...

Aposto que quaqndo leres este comentàrio, é que ter irás lembrar4 de que não levaste para a Festa do "Avante!" as cartas; (hu!hu!hu!)Ter-lhes-ás sentido a falta?
Numa festa com tal qualidade... Só se não jogasses com o baralho todo, maninha!

Maga disse...

e na verdade não jogo... ihihih