quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

há coisas belas, não há?

O aparecimento de flamingos no estuário do Tejo, e mais especificamente na Baía do Seixal, não é um fenómeno inédito, mas há cerca de sete anos que não se assistia ao aparecimento destas aves migratórias em tão grande número nesta zona.

De acordo com o professor de ciências naturais, Manuel Lima, "antigamente não se encontravam flamingos no Concelho do Seixal, não era uma ave comum nesta zona".

Os flamingos pousaram pela primeira vez nesta baía em 1998, o que poderá justificar-se pela concretização da nova ETAR de Fernão Ferro e da estação elevatória do Porto da Raposa, na Arrentela, o que provocou uma melhoria ambiental e do ecossistema propícias ao aparecimento deste tipo de aves.

O facto das marés cheias estarem nesta altura a decorrer por volta do início da tarde tem propiciado o aparecimento dos flamingos junto à Ponte da Fraternidade, o local mais afastado do estuário, visto que estas aves "gostam de poder ter as patas na água".Daí a procura de locais mais lamacentos e com águas menos fundas, uma forma de procurarem o seu alimento, pequenos crustáceos e algas.

Este ano tem sido de um maior aparecimento dos flamingos na baía, apesar destas aves se encontrarem já em grande número em todo o estuário do Tejo, "entre 6 a oito mil flamingo em toda a zona do estuário"."Na Primavera, procurarão outros poisos, porque os flamingos não nidificam aqui, põem os seus ovos preferencialmente em Málaga, Sul de França e Norte de África", explicou o estudioso da fauna e flora no Concelho do Seixal.
No entanto, na Primavera e Verão, pode-se continuar a ver flamingos, visto que os mais velhos e mais novos, não podendo nidificar, se mantêm por cá. "Ficam os avós a cuidar dos netos", brincou Manuel Lima.

O desaparecimento temporário dos flamingos na Baía do Seixal poderá justificar-se, segundo Manuel Lima, pelo facto de, em 2001, algumas crianças terem perseguido e apedrejado os animais, "tentando vê-los voar, o que poderá ter afastado e ameaçado as aves".

De acordo com o professor, os flamingos poderão ser avistados no concelho do Seixal pelo menos até Fevereiro, altura em que migrarão para pontos mais propícios para porem os seus ovos.
O aumento e desenvolvimento da espécie tem privilegiado bonitos momentos junto à Baía do Seixal, com largas dezenas de pessoas a assistirem ao fenómeno, "que poderá repetir-se nos próximos anos".
E eu, claro está, em vez de seguir a correr para o barco e ir trabalhar, voltei a casa a buscar a máquina fotográfica!

Sou mesmo uma bruxa de sorte. Já no trabalho disse ao patrão:
- Desculpa mas hoje cheguei atrasada, perdi o barco. É que quando passei na marginal vi que os flamingos voltaram e não resisti a parar para observar um bocadinho... e depois, como já tinha perdido mesmo o barco, fui a casa buscar a máquina para tirar umas fotos. Queres ver?
- Filha! Esta vida está boa é para ti! Claro que quero, mostra lá!

Abençoados patrões! Vá roam-se de inveja! ihihihihihih

9 comentários:

Anónimo disse...

parabêns pelos flamingos! sinceramente não sei o que é que eles viram ai para voltar, mas lá devem ter as razões deles...

Por mim só ai vou mesmo pela pequena familia que ai tenho, e...e....

Tens que me desculpar, mas neste momento não se pode dizer, que nós os oestinos estejamos muito satisfeitos com a existencia da margem sul..apesar de a culpa ser dos nosssos governantes que insistem que Portugal começa onde começa Lisboa, ou seja, calçada de carriche...alameda das linhas de Torres(parece que eles combateram os franceses!...estás a ver?!)mas pronto, coitadinhos o peste continua a pagar...

Acho que vou mandar um e-mailzito para o nosso 1ª e um mapa..

Bjs

Anónima do Oeste

mik@ disse...

bruxa :)
ha gente com sorte mesmo. eu aqui já fico feliz se avistar uns peixitos ali no rio da cidade (aquilo tem mais pinta de ribeiro que de outra coisa)
tens um patrão à maneira :) estima-o bem :)

Anónimo disse...

Hoje o meu trabalho está a correr tão mal que eu, em jeito de refugio venho p'ra aqui tagalerar.

A minha cidade tb tem um rio, mas é mais para descargas poluentes (não pudemos ser perfeitos, né???) mas em compensação tenho um patrão muito fixe, tão fixe que já durmo com ele á uns anitos...

fui

medusasss disse...

Oh Maga!
O teu patrão é tão bom que até dizes a verdade? És uma mulher de sorte! :)
Lindos os flamingos! A foto é tua?
Bom fim-de-semana!
***

Leila* disse...

A foto está fantástica! Não sabia desse "fenómeno"!!

O meu patrão teria dito o mesmo =)

Bom fim-de-semana*

CresceNet disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my site, it is about the CresceNet, I hope you enjoy. The address is http://www.provedorcrescenet.com . A hug.

Maria disse...

(=

que dizer dp das palavras do crescenet? lol*

Hydrargirum disse...

Eu quero um patrão assim!:)....

E a foto está um must!!! Isso não apanho eu...é só erros ortográficos, bolas!:/

Jinhos:)

Maga disse...

minha querida anónima, cada vez te pareces mais com o Pinto da Costa, não admira que sejas portista!
e acho bem que mandes os fedelhos para as respectivas camas e continues a dormir com teu patrão! ;)

miK@, peixitos também não mau...

medusasss, sou mesmo uma bruxa de sorte! a foto é minha, mas tirada com a máquina da filhota...

leila* é mesmo uma beleza não é?

Maria, fui espreitar o site mas sou uma desconfiada... tu conheces?

hydra, patrões destes são raros... e são meus! ihihih
deixa lá, os erros ortográficos não enchem tanto o olho mas são muito divertidos (ou não...)